3096 DIAS DE CATIVEIRO

Hoje em dia parece muito fácil escrever um livro, e mais prático ainda publica-lo… Mas para Nathascha Kampusch só para escrever seu livro (3096 dias), foi uma das coisas mais difíceis feita por ela.

A austríaca Nathascha Kampusch, hoje com 30 anos, passou por uma batalha que começou aos dez anos de idade e que ficou na história. Enquanto ia para escola pela primeira vez desacompanhada de seus pais (que tinha autorizado sua ida) foi sequestrada por Wolfgang Přiklopil, um técnico de comunicação.

Ela estava sequestrada por mais de oito anos, na casa de seu sequestrador um homem conhecido pelo bairro como alguém retraído, e ainda no local, muitas pessoas estranhavam sua casa pelo fato de sempre as janelas da frente estarem fechadas, por fim, Kampusch passava por torturas psicológicas e físicas de Wolfgang que ainda a privava muitas vezes de comida e luz. Quando finalmente a garota conseguiu fugir, causou desespero no sequestrador que acabou se suicidando de forma violenta.

Natascha quando pequena, assistia muitos documentários de investigação, e no dia que foi sequestrada estava na van sendo levada para casa de Wolfgang quando a própria decidiu perguntar o número do calçado do moço pois achava que de algum jeito aquilo poderia ajudá-la.

Maníaco por limpeza e organização, o criminoso, tinha livros de Hitler e pensamento de superioridade, o que fazia sua situação psicológica piorar cada vez mais.

Finalizando, a garota Nathascha, ao ser encontrada e ajudada depois de muito tempo decidiu falar sobre esses anos que esteve sob sequestro. Quando soube da morte de Přiklopil caiu em lágrimas, claro, muitas pessoas a julgaram dizendo que ela não deveria estar chorando por uma pessoa que a maltratava, e assim Nathascha se defende dizendo que: “-Eu passei praticamente oito anos com ele, via como ele tinha problemas mentais e precisava de ajuda, ter uma morte assim é uma tragédia. Não sinto raiva dele e sim dó.” (Editado)

Ela lançou um livro depois de muito tempo. E como dizia na capa “Ao escrever este livro, finalmente me sinto livre.” O que era realmente seu sentimento ao terminar de escrever a última palavra de um grande livro. O nome dessa obra é 3096 dias. E também temos o filme, lançado em 2013 chamado 3096 dias em cativeiro.

PERSISTÊNCIA

O que é atingir um objetivo pra você? Ou, o que significa a frase realização de um sonho?

Durante esse tempo já falei sobre sonhos, objetivos e pedras em nosso caminho. Tudo parece muito difícil quando se trata de nós para conseguirmos algo, a visão do próximo aparenta ser muito mais fácil, mas a verdade é que as coisas em nossa volta estarão ali em seu favor apenas se levantar e decidir andar.

Hoje lhe apresento os extraordinários, pessoas que decidirão levantar mas que não foi da primeira vez que conseguiram andar, mas sim depois de tantas tentativas.

1- Walt Disney: Precisou comer comida de cachorro, e tomar banho uma vez por semana em uma estação de trem. Foi demitido por ser considerados sem ideias e imaginação. E hoje é fundador da The Walt Disney Company.

2- Steve Jobs: Imagina um homem que desistiu da escola e foi expulso de sua própria empresa aos 30 anos de idade. Pra maioria das pessoas ele atualmente já estaria se afogando em dívidas e a desistência seria sua escolha! Erraram, Steve Jobs é atualmente o presidente e executivo da empresa Apple uma das maiores empresas do mundo.

3- Michael Jordan: Sonhava em ser jogador de basquetebol, mas em seu primeiro passo ele falhou, foi cortado do time da escola e considerado ruim dos outros colegas. Mas isso não foi suficiente para ele desistir, o próprio começou a treinar 2h por dia, e conseguiu entrar no time de sua escola, levou sua equipe a vários campeonatos e a conquistas de prêmios! Hoje, é considerado um dos melhores jogadores de basquetebol da história.

4- Albert Einstein: O gênio da física já passou por boas e poucas em sua trajetória. Considerado mentalmente lento só conseguiu falar aos quatro anos e a ler aos sete. Percebemos que para esse homem desde pequeno tudo foi muito difícil, muitas pessoas achavam Einstein um caso perdido e as suas teorias era motivo de piada, para profissionais da área. Muitos o zombava por sonhar demais, e hoje ele é um exemplo de gênio que humanidade já teve.

5- Lionel Messi: Todos nós conhecemos esse craque pela genialidade dele no futebol! Bom, mal sabíamos o quanto esse gênio teve que passar para hoje ser considerado um dos melhores jogadores do mundo. Em sua infância foi diagnosticado com uma doença rara, que talvez poderia o impedir de muita coisa, mas isso não foi capaz de destruir seu sonho. Um garoto autista, como o melhor jogador do mundo? Se Messi não existisse talvez isso seria motivo de piada. Mas não, aos 13 anos foi descoberto pelo Barcelona e antes jogava pelo Newell’s Old Boys. Hoje, camisa 10 de sua seleção, a Argentina e de seu time atualmente, o próprio Barcelona, um dos melhores times do mundo, e não acabou por aí, esse jogador ganhou cinco bolas de ouro pela FIFA, um prêmio importantíssimo e significativo que o considera como o melhor do ano, quem diria, Messi é uma das pessoas que mais inspira outros a sonharem e não desistirem por um obstáculo.

Nada é fácil, mas o seu sonho começa com o primeiro passo.

Vida sem REDES SOCIAIS

Muitas pessoas ficam surpresas quando digo que não tenho rede social. Para alguns é como se alguém tivesse cometido um pecado, já para outros viver sem redes sociais é um obstáculo grande pois no mundo de hoje ficamos cada vez mais dependente de um meio comunicativo.

Minha primeira rede social foi o Facebook, lembro que na escola todos tinham, e como eu era tímida, queria fazer que aqueles meios fossem a porta de saída para essa timidez. Acredito, que essas redes sociais não representa algo ruim ou um inimigo na sociedade se você souber usá-lo da forma correta.

Logo no começo da minha rede social, meu pai organizava os horários que eu podia entrar no Facebook e o horário na qual eu teria que sair.

Era horrível, quando ele gritava “Já saiu?” Muitas vezes o próprio tinha que ir até o meu quarto e desligar o computador porque eu não tinha obedecido o horário. Mas na maioria dos dias que eu entrava no Facebook, gostava de estar ali, coisa de outro mundo. (Risos)

Postava apenas o que eu gostava, amo animais então você já viu, uma garota de 10 anos postando apenas fotos de cachorrinho e gatinho! Todos zombavam de mim antigamente e até hoje, mas mesmo assim continuava postando e não me arrependo porque eu me sentia bem com aquilo e principalmente, era verdadeira… o que muitas pessoas não são ao fazer uma rede social.

Cresci, criei milhares de contas, mas comecei a mudar bastante, pedia todos em solicitações sem nem saber se conhecia, conversava com desconhecidos e postava fotos só para ter elogios nos comentários! Nessa época eu sofria um certo bullying na escola, minha falta de auto estima era enorme, eu estava entrando em depressão. Imagina, todos os dias que você vai a escola, um grupo de pessoa zomba de você e algumas te batem por simplesmente não gostar do seu jeito, empurrões, pontapés, tapas e socos na cara ou nas costas. Não contava para meus pais porque da última vez que contei um ato de maldade feito pelo aluno da minha sala, aconteceu uma briga grande e ainda as coisas só foram de mal a pior.

O Facebook era o lugar que eu recebia elogios, podia conversar com pessoas que não zombaria e julgaria tudo o que eu falasse ou fizesse, então o chamado vício ficou cada vez maior. Acho que depois de um tempo, a rede social não estava mais me ajudando e sim me atrapalhando, notas baixas, sem foco mais em um futuro bom, e até meus pais estavam tirando meu celular por causa do vício!

Foi quando eu saí da depressão que consegui ver o mundo de verdade e a situação em que eu estava, depois de pensar demais, excluí minhas redes sociais, todas elas, depois, como era o último ano na escola, e estavamos em novembro, decidi terminar o ano ali e depois recomeçar em outro lugar.

Hoje em dia, não tenho mais redes social, nem Instagram, Facebook, Twitter e etc. Minha bateria do celular que eu reclamava tanto dura por dois dias ou mais (Já durou até cinco), fico sem saber coisas irrelevantes sobre fulano e ciclano (risos) e o mais importante, eu soube valorizar a vida e o olho no olho, não apenas umas publicações e uma tela de celular. E sim, tem pessoas que reclamam, “- Cria uma rede social para eu não precisar ligar.” “- Pelo amor de Deus é necessário ligar?”

No final, acabam aceitando e ligam ou vão até mim! A vida ficou bem mais bonita e legal, depois de tudo isso.

BRASIL PERDEU E AGORA?

Realmente hoje é um dia triste para qualquer brasileiro, a derrota por 2×1 fez qualquer um vibrar e chorar, trouxe esperança, mas infelizmente perdemos…

O real fato, é que essa seleção está muito melhor do que a seleção de 2014, por vários motivos, o primeiro deles é a dependência do camisa 10, Neymar era o foco de 2014, a seleção brasileira jogava para ele, e essa dependência foi tanta que quando o camisa 10 se machucou e não pôde jogar contra a Alemanha, o nosso país perdeu por 6 gols de diferença! Não que se o Neymar estivesse em campo o Brasil ganharia mas que o jogo seria um pouco complicado e talvez a goleada não iria ocorrer.

O Tite, colocou a esperança de volta no brasileiro, soube conectar cada jogador da melhor forma possível. Esse jogo contra a Bélgica, o Brasil se mostrou nervoso, tão nervoso que fez com que o primeiro gol contra acontecesse, mas mesmo tomando o segundo gol o Brasil foi pra cima, achou espaço, chutou, tentou, tentou e tentou!

A seleção de 2014 não tentaria, desistiria como aconteceu na eliminação à quatro anos atrás, o primeiro, segundo e o terceiro gol ocorreu e o time já tinha desistido.

Vamos que vamos 2022! Não perca a fé Brasil, seja brasileiro, um povo que luta! Vamos se voltar agora para o nosso Brasil fora de campo!

World Cup (Copa do Mundo): Problemas sociais desfocados: COMO É QUE FICA?

A Copa do Mundo chegou, e os brasileiros como sempre ANIMADOS e ESPERANÇOSOS por um HEXA! Depois do triste 7×1 que o Brasil tomou da seleção alemã, os brasileiros seguiram em frente, melhorando e aprendendo a cada dia.

Mas uma discussão alarmante começou a acontecer nas redes sociais e até mesmo em emissoras de tv e rádio, COMO É QUE FICA O BRASIL? Estou dizendo por exemplo na política e na economia.

Surgiram comentários como: “Vocês torcem para o Brasil ganhar no futebol mas não dão a mínima para ganhar uma educação boa.”

Estão torcendo para jogadores que ganham milhões enquanto seus pais lutam para ganhar 2.000 ou até menos.”

Realmente, o Brasil não está numa fase muito boa, notícias de corrupção na política, uns sendo presos outros soltos! É triste só de falar. Eleição vindo aí, e a busca por um país melhor continua!

Em minha opinião devemos sim torcer para o Brasil no futebol, 90% dos brasileiros são loucos por este esporte, é entretenimento, é algo que faz muitas pessoas felizes! E se faz feliz porquê não gostar? Agora o que precisamos mudar é O INTERESSE PELA MUDANÇA!

Votar com consciência, lutar pelos nossos direitos, olhar pra frente e falar “o Brasil é meu e de todos os brasileiros, nós que mandamos aqui.” Um país relevante lá fora precisa ser valorizado pra quem está aqui dentro!

Acredito que um hexa nessa copa ou na próxima irá trazer muita esperança para o brasileiro como o Thiago Silva disse (jogador da nossa seleção) “- Estamos na busca do Hexa para trazer ao brasileiro algo bom depois de tantas notícias ruins.” (Editado)

Então vamos torcer, para tudo referente ao Brasil, para o futebol, para a política, educação, saúde, transporte e etc.

Futuro Incerto

Várias vezes eu me pergunto se um dia tudo que sonho ou que sonhei será realizado. Pra que trabalho? Pra que estudo? Todo esse esforço será recompensado futuramente?

A resposta pra isso é curta! Não sei. Muitos falam, “Esse é o bom da vida o inesperado, e a incerteza que temos sobre o amanhã.” Talvez o bom seja isso, mas tem horas que isso realmente cansa, e que a unica coisa que nós queremos são respostas.

Mas como um jogo de perguntas e respostas temos as dicas, aquela hora que você precisa de uma ajudinha pra achar a solução do problema. E aqui vai a minha dica sobre um futuro incerto:

Imagine uma montanha bem grande, você decidiu escalá-la, na verdade você não decidiu uma multidão de pessoas estão na mesma montanha que você, todas elas estão escalando-a porque é a lei da vida e como lei todos devem fazer o mesmo!

Enquanto escala você se cansa, porque não vê um fim na montanha, olhaste para cima e a única coisa que consegue ver é a neblina forte que cobre a montanha e assim não dá para medir se você estar próximo ou longe do objetivo que é chegar ao fim.

Sempre tem aqueles momentos de pausa, que então você decidi dar. Mas durante esse momento de pausa você pensa, “Eu não consigo! Não vou conseguir.” Sem equipamentos que te faça voltar ao chão em segurança você toma a decisão de desistir? Se arriscar e ainda por cima se mudar de ideia voltar desde o início. Ficar parada? O frio te consumindo e você morrendo aos poucos! Ou continuar a subir, aprendendo, e sendo forte para que um dia o fim da montanha chegue?

Mais um dica: O fim da montanha só chegará quando você quiser que chegue… Pense, seus sonhos poderão ser realizados se você continuar escalando a montanha… o fim da dela chega pra uns e os outros ou desistem ou continuam tentando mas os sonhos sempre chegarão é a LEI. A demora pode ser grande, mas lembre-se eles sempre chegarão enquanto você continuar subindo porque ele não irá até você e sim você irá até ele.

Tá! Já passou do tempo de sua pausa agora volta a escalar. Vamos!